Mapa da Visão Celular

Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas/ÁREA 21 - Pastores Raimundo e Ester Rebouças

A razão da existência desse manual é para facilitar a compreensão é o desenvolvimento do Projeto Celular.

Leia com atenção tire suas dúvidas e ponha em prática se possível.

VISÃO CELULAR 21

 

DEFINIÇÃO DE METAS VERSUS SONHOS: Sonhos são os objetivos que desejamos alcançar e conquistar; Metas são o script, mapas, trajetória e caminho para chegarmos em tempo e tornar realidade nosso sonho. Por isso segue-se:

  1. Cada Crente ganhar e consolidar um novo crente até o final do ano, sejam através das células, redes, consolidação, escola de líderes ou outro mecanismo, A Lema é ganhar, cuidar e treinar pra fazer o mesmo.
  2.  Cada geração deve preparar seus novos discípulos para o encontro com Deus que acontecerá a cada seis meses.
  3. A Escola de Lideres formará novos lideres a cada 10 meses.
  4. Haverá reunião (GAL) geral com o Pastor uma vez no mês.
  5. Haverá reunião (GAL) Pastor /Dirigentes, esposas e líder de geração uma vez no mês.
  6. Haverá reunião (GAL) Pastor /Dirigentes, esposas duas vezes no mês.
  7. O GAL do líder de rede será quinzenal.
  8. O GAL do líder de Geração será semanal.
  9. A prestação de contas com relatórios será semanal para as células e mensal para gerações, redes e congregações.
  10. Um relatório Geral para o pastor.

 

LIDERES DE GERAÇÕES E SEU SURGIMENTO

      Essa função é conquistada pelo líder de célula que se desenvolver de forma atuante e constante. O líder de célula pra chegar ser um líder de Geração precisa multiplicar sua célula, pelo menos em cinco novas células. Esse líder de Célula que multiplicou pelo menos cinco vezes deixa de liderar célula e passa a liderar os lideres das células multiplicadas formando assim sua geração que consequentemente fará GAL e acompanhamento conforme especificado acima.

      O que se pretende é que o líder de Célula tenha um apoiado eficaz pelo líder de geração, vale apena ressaltar que esse GAL é fechado, pois nele haverá prestação de contas e tratamento especial para os lideres. Em suma as responsabilidades do líder de célula que multiplicou cinco vezes passam a serem maiores, pois agora como líder de geração vai cuidar de cinco lideres.

 

Atribuições Básicas do Líder de Geração:

  1. Visitar todas suas células durante o mês. Nesta visita ele participa não como convidado, mas como membro da célula, o líder da célula deve honra-lo dar-lhe oportunidade para ministrar ou dar uma palavra para os discípulos. (Entrar em acordo através de escala ou comunicação).
  2. Se possível não chegar de surpresa na célula, isso pode demonstrar desconfiança no líder da célula, há não ser que exista uma razão pra surpresa.
  3. Nunca corrigir o líder da CEC na presença dos seus discípulos, se a célula não foi realizada corretamente trate com o líder depois da reunião. Como também evite comentar os pontos negativos das células no GAL, se for necessário falar algo para corrigir falhas que é comum para as outras células fale sem criar constrangimentos aos lideres. Caso contrario trate assuntos específicos individualmente com cada líder de Célula.
  4. Organize uma agenda ou caderno com todas as informações dos seus lideres de células. Não se esqueça do aniversario deles. Invista neles, dê livros a eles, pesquise e dei-lhes material de ajuda.
  5. Tenha um momento de discipulado a sós com cada líder pelo menos uma vez ao mês. Ajude a família deles dentro do possível, seja um facilitador.
  6. O líder de Geração não está isento de ter seu oikós. Quando ganhar alguém deve doar para suas células.
  7. Tenha uma pasta com todo material necessário para suas células. Mensagem da célula. Fichas para novos convertidos, oikós, relatórios de célula, organogramas, calendário de atividades da congregação, Agenda da área e etc.
  8. Toda semana o líder de geração recebe dos lideres de células o relatório das atividades das células, analise e guarde em sua pasta, no final do mês faça seu relatório[1] mensal e entregue ao líder da Rede.
  9. A Geração que você gerou é sua, (lógico que todos somos do Senhor e estamos debaixo de autoridade do Dirigente e Pastor da Igreja). Quando você completar 10 ou 15 células com pelo menos cinco discípulos em cada célula, um outro líder de geração deve ser levantado e entregar a ele 5 ou 6 células. Este novo líder de geração deve ser seu melhor líder de célula. Esta será sua segunda geração de células. Assim você continua crescendo até chegar a terceira e quarta Geração. O líder de geração em acordo com o dirigente e especialmente com o pastor poderá abrir mais um Culto na congregação com sua geração.
  10. Deve fazer o possível de não faltar o GAL, sendo submisso ao líder da Rede e dirigente. Preste contas a ele, Participe ativamente da programação das redes  e etc.
  11. Faça o GAL semanal com seus lideres de células. O roteiro completo do GAL está no módulo 3 da escola de lideres, vamos apenas lembrar alguns pontos.
  • Freqüência: Semanal 
  • Tempo: Até 2 horas
  • Local:  Opcional
  • Objetivos: Prestação de contas, Relatórios, Avaliação das Células, Ajuste da Visão, Metas, Discipulado, Estratégias, Atividades gerais da Igreja.
  • Participantes: Lideres e vices lideres de células.
  • Faça o GAL em dia e hora que todos possam participar. É obrigatório a presença dos lideres no GAL. Quando alguém faltar deve prestar contas no próximo GAL.

 

Como realizar o GAL

  1. Dê boas vindas aos lideres, agradeça pela presença de todos.
  2. Faça uma oração de agradecimento pela semana e interceda por cada líder e vice-líder, (nome por nome),  por suas famílias, suas células. Pela saúde de cada líder, seus trabalhos onde ganham o sustento da família, etc.
  3. Para descontrair e quebrar alguma tensão ou resistência faça uma dinâmica ou quebra gelo, (algumas sugestões nos anexos).
  4. Faça um momento de adoração com louvores,
  5. Abra oportunidade para testemunhos de benção na semana ou no máximo de um mês.
  6. Peça prestação de contas dos faltosos no ultimo GAL.
  7. Peça prestação de contas das atividades das células. (entrega de relatórios).
  8. Avalie rapidamente cada relatório, elogie as células que tiveram maior freqüência, conversões, mais discípulos no encontro, curso de consolidação, escola de Lideres, Escola  Dominical e outros.
  9. Comente sobre as células que estão em dificuldades e ore por cada uma delas.
  10. Incentive e mobilize as células para os alcançarem seus alvos principalmente os diários, semanais, mensais e anuais.
  11. Fale sobre a agenda geral e local fazendo sempre menção aos projetos da igreja, dirigentes e pastores.
  12. Entregue o boletim da Igreja (uma vez por mês).
  13. Ministre a Palavra de Deus aos corações dos lideres,
  14. Faça um momento de ministração um ao outro. (um líder compartilha suas necessidades com outro líder e se compromete de orar por ele naquela semana).
  15. Finalize agradecendo e orando por todos.
  16. Se possível sirva um lanche mas não esqueça que lanche é sempre opcional.

 

REDES E LIDERES DE REDES EM GERAL

 

O QUE É UMA REDE: Rede é a união das células homogêneas em um dia determinado, com o objetivo de Ganhar, Consolidar e Treinar  os discípulos.

As redes são as seguintes

  1. Rede Infantil. Todas as células de crianças (meninos e meninas de 0 a 11 anos).
  2. Rede de Jovens. É O ajuntamento de todas as células de adolescentes e Jovens (homens e mulheres de 12 anos até o casamento).
  3. Rede de Mulheres. O ajuntamento de todas as células de mulheres casadas.
  4. Rede de Homens. O ajuntamento de todas as células de homens casados.
  5. Rede de Casais. É o ajuntamento de todos os casais das células.
  6. Rede de Oração e intercessão.  É o ajuntamento de todas os lideres com suas células para intercessão pelo oikós e famílias.

 

LIDERES DAS REDES

 

  1. Os lideres de Rede são escolhidos pelo Pastor da Igreja para liderar a Rede por um ano, podendo continuar conforme seu desejo, desempenho e decisão do Pastor da igreja.
  2. As redes Infantil, Juvenil, de Jovens e Casais devem ser liderados de preferência por casais.
  3. Não falte o GAL do Dirigente ou Pastor da Igreja, seja submisso. Preste conta a ele e peça sua autorização quando for fazer algo diferente na rede.
  4.  O líder de Rede deve fazer uma REUNIÃO ADMINISTRATIVA com os lideres de Gerações para armar estratégias para a realização das Redes.
  5. Freqüência: Semanal ou Quinzenal.

 

  • Tempo: Até 2 horas
  • Local: Opcional
  • Objetivos: Armar as redes, fazer planejamento mensal para as redes temáticas, avaliar os resultados das redes e corrigir falhas.
  • Participantes: Lideres de Gerações.

Obs> esta reunião não é para prestação de contas das atividades das células, isto será feito no GAL do Dirigente ou do líder geral da Rede da área.

 

PROPOSITOS DAS REDES

 

Não podemos fazer da REDE somente um culto onde cantamos, oramos, pregamos e depois vamos para casa. A REDE precisa cumprir objetivos específicos:

  1. Ganhar vidas;
  2. Adorar e celebrar com louvores e danças;
  3. Edificar os discípulos na palavra de Deus;
  4. Consolidar os novos convertidos;
  5. Desenvolver dons e talentos;
  6. Promover comunhão;
  7. Afirmação de compromissos.

 

EXEMPLO DE TEMAS

 

REDE INFANTIL

Tema> “JESUS AMA AS CRIANÇAS” Mateus 19.14

Objetivo> alcançar as crianças não crentes mostrando a elas que Jesus as ama.

Preparação> os lideres de células fazem convites especiais para cada criança trazer um convidado. Os lideres ornamentam o templo com o tema. Oração e jejum também é parte da preparação.

Conteúdo> Músicas sobre o tema, coreografia e uma mensagem ilustrada com figuras ou com data show para as crianças.

Aplicação> mostrar para as crianças que Jesus as ama, mas também quer o nosso amor. Que a maior prova deste amor é receber ele como salvador e obedecer a sua Palavra. Orar pelos decididos.

 

Se possível oferecer algo no final, (picolé, pipoca, algodão doce, refrigerante, etc.)

 

REDE JUVENIL E REDE JOVEM

 

TEMA: “JOVENS ADORADORES”

Daniel 3.

 

PUBLICO ALVO: Jovens crentes.

 

OBJETIVO: ensinar aos jovens o que é adorar segundo a Bíblia, levá-los a assumir uma atitude de verdadeiros adoradores mesmo diante das propostas do mundo.

 

PREPARAÇÃO: Oração, planejamento, definição, banners, etc.

 

CONTEUDO: Musicas sobre o tema, coreografia, pode fazer uma peça, ministração ou outros.

 

APLICAÇÃO: Quais os deuses deste mundo você tem se curvado? Vícios, drogas, sexo, musica mundana, etc. tome atitude de Sadraque Mesaque e Abdnego e adore somente a Deus.

 

 

REDE DE HOMENS

 

TEMA: “Fidelidade gera Prosperidade” Gen. 39-41

 

PUBLICO ALVO: Homens crentes e não crentes.

 

OBJETIVO: ensinar que a tentação do Diabo é a prova de Deus para nos colocar em lugares mais altos.

 

PREPARAÇÃO: Oração, planejamento, definição, banners, etc.

 

CONTEUDO: Musicas sobre o tema, pode fazer uma peça ou a ministração pregada.

 

APLICAÇÃO: Mostrar através da vida de José que as propostas do Diabo para sermos infiéis tira-nos a chance de crescermos em tudo. Se José cedesse à tentação não seria governador do Egito.

O discípulo deve ser fiel a Deus,    fidelidade é marca do caráter.

 

 

REDE DE MULHERES

 

TEMA: “A mulher sábia” Prov. 14.1

 

PUBLICO ALVO: Mulheres crentes e não crentes.

 

OBJETIVO: ensinar às mulheres as atitudes corretas para ter uma família abençoada.

 

PREPARAÇÃO: Oração, planejamento, definição, banners, convites, etc.

 

CONTEUDO: Musicas sobre o tema, pode fazer uma peça ou a ministração predicada.

 

APLICAÇÃO: Mostrar exemplos bíblicos ou atuais de mulheres que com sua sabedoria mudaram situações adversas.

 

Outros temas para Redes

  1. Rede do estudante.
  2. Rede do amigo.
  3. Rede da vitória.
  4. Rede de colheita.
  5. Rede de consolidação.
  6. Rede do compromisso.
  7. Rede de oração.
  8. Rede do namoro.
  9. Rede da conquista.
  10. Rede da salvação.
  11. Rede da santidade.
  12. Rede de cura e libertação.
  13. Rede do perdão.
  14. Rede da gratidão.

 

ESTRUTURA PARA FUNCIONAMENTO DAS REDES.

 

        O líder de Rede juntamente com os lideres de Gerações são os responsáveis diretos pelo funcionamento das Redes, o líder da Rede lidera o grupo de lideres de Geração para juntos fazê-la funcionar. Juntos devem fazer à programação da Rede e escolher os que terão participação especial na Rede, para ter uma rede estruturada a liderança deve:

  • Fazer e Treinar uma equipe de trabalho.
  • Fazer uma grande equipe. Envolver as gerações dando-lhes responsabilidades e acompanhando as atividades. Só não pode ter função ou oportunidades na Rede quem não participa de Células.

1. Ministério de intercessão: Escolher duas pessoas como lideres da intercessão para a Rede. Eles devem formar uma equipe fixa ou não para dar cobertura espiritual para todas as Redes.

   a) Função: Liderar a intercessão na Rede, marcar rede de oração para todos, antes, durante e depois da Rede deve ter intercessão. (a intensidade depende do objetivo da rede. Ex. na rede de libertação a intercessão deve ser maior que na rede de adoração).

b). Como fazer a intercessão: O líder da rede deve ensinar e prover material de intercessão para o grupo de intercessores. Aprender sobre a prática correta do jejum. Antes, durante e depois da rede o grupo deve fazer cobertura espiritual com intercessão, no templo de forma discreta e na sala de oração sem chamar atenção.

 

2.  Marketing: importante ministério para divulgação da Rede: A liderança da Rede define os temas e o marketing faz a divulgação: Faixas, cartazes, blogs, site, folhetos, jornal da rede, camisas, banner, etc. esta equipe será responsável pela ornamentação do templo, gravações em áudio e vídeo, data show, etc.

   Obs: De acordo com o pastor deve-se desenvolver um logotipo para a rede.

 

3.   Recepção e acomodação: Duas pessoas que tenham facilidade de se comunicar, bem vestidas, devem ficar na porta a espera dos convidados. Anotar nome dos convidados e entregar ao dirigente da rede, direcionar aos assentos, manter a ordem no templo, entregar lembranças aos convidados, servir água se necessário e etc.

 

4. Ministério de louvor: Músicos, vocalistas, técnicos de som, etc.  O líder da rede deve acompanhar este ministério para evitar falhas, já que uma grande parte da rede é louvor.

   a). Na visão celular todos os ministérios vêm das Células. Quem não quer viver em células não pode ter funções na Rede.

   b). Os levitas da música devem ser comprometidos com a rede; ensaios, pontualidade, assiduidade, etc.

   c). As músicas devem ser escolhidas de acordo com o tema da Rede.

   d). Cuidado com os exageros no volume do som e nos acordes o vocal deve sempre sobressair dos instrumentos.

   e). O ministro de louvor deve sempre ter a preocupação de levar os presentes a adorar, não fazer do ministério de louvor um grupo de artistas.

   f). O ministro de louvor deve ter a sensibilidade quando o pregador solicitar uma música para auxiliar na decisão das pessoas. (nunca abafar a voz do pregador com a música).

   g). Estimule e der oportunidade para novos talentos, não dependa somente de algumas pessoas nesta área.

  

O Líder de Rede de acordo com dirigente e pastor deve promover pelo menos uma vez por ano seminário de Adoração para levitas.

 

5. Ministério de dança. É bíblico e traz edificação se for realizado de forma sábia e santa. O líder da rede deve estimular o ministério de dança. Também deve ter cuidado para não transformar este ministério em um grupo de artistas.

   Não esqueça. Na visão celular todos os ministérios vêm das Células. Quem não quer viver em células não pode ter funções na Rede.

 

6. Ministério de representações teatrais: Este ministério tem a função de pregar uma mensagem com a voz e expressões corporal e emocional. Em algumas redes as peças de teatro podem servir de uma mensagem, “caso excepcional”, devendo somente fazer uma aplicação, convite e oração.

 

7. Ministério da palavra. Nada pode substituir a ministração da Palavra, seja pregada ou representada. O líder da Rede deve estimular e preparar novos pregadores. A ministração deve ser dinâmica, atual e ungida e objetiva.

 

8. Ministério da consolidação: Dois lideres e uma equipe para consolidar e designar consolidadores. É importante a rede ser estruturada para receber os novos convertidos. Não esquecendo que devem está em acordo com a central de consolidação.

     a). O grupo de consolidadores deve preparar uma faixa dando bem vindo aos novos convertidos, orar com os decididos.

     b). Ter uma pasta (papel ou eletrônica), para registrar os novos convertidos,

     c). Ter literatura (livro, Bíblia, apostila, folder, etc.) para dar ao novo convertido.

     d). Marcar uma primeira visita,

     e). Fazer uma ligação telefônica em até 24 horas e uma visita em 72 horas

 

9. Secretaria. Faz o controle das atividades da rede:

   a). Controle dos discípulos da rede por células.

   b). Relatório mensal das células, resumo.

 

10. Tesouraria. Os lideres de Geração fazem eventos quando necessário para angariar recursos para a realização da Rede. As ofertas da rede são recolhidas na tesouraria da Igreja que deve ajudar nos gastos da rede.

 

11. Promoções e eventos: Este grupo deve ser responsável pela parte social da rede. Promovem gincanas, visitas a hospitais, colégios e outros, tudo sob a orientação do líder da rede dirigente e pastor.

 

IMPORTANTE: você como líder da Rede pode delegar responsabilidades para as gerações desenvolverem as redes, mas todo planejamento deve ser discutido na REUNIÃO ADMINISTRATIVA  para avaliação e aprovação.

A Rede não pode ser um culto somente de treinamento e experiências. Se não houver qualidade as pessoas deixaram de vir.

Exemplo: colocar alguém que nunca ministrou nem na célula para ministrar na Rede, ou convidar alguém que não entende da visão para pregar. Antes de convidar um pregador de fora, consulte o Pastor e certifique-se que ela entenda qual o objetivo daquela rede.

 

 

COMO REALIZAR A REDE

 

       Depois de montada toda estrutura  chegou a hora de fazer a rede funcionar para alcançar objetivos.

IMPORTANTE: As redes são classificadas por faixa etária não é por acaso, o objetivo é atingir o público daquela faixa de idade, portanto, assim como para cada tamanho de peixe usa-se rede de diferentes tamanhos de malhas, assim deve ser as redes ministeriais. Na rede infantil a linguagem e todo conteúdo devem ser para entendimento e atração das crianças, da mesma maneira, jovens, homens e mulheres idem. Os lideres não devem planejar a rede para seu próprio agrado, mas pensando sempre no seu público alvo.

Os lideres devem pedir sabedoria de Deus para que sua rede seja atrativa, dinâmica, moderna e ao mesmo tempo espiritual e edificante.

 

1. Dirigentes da Rede: O líder da Rede e os lideres de Geração são os responsáveis pela condução da Rede. Que de Acordo podem repassar a cargo de duas ou mais gerações dirigir em escala. O líder da Rede é a maior autoridade da Rede local, toda programação da Rede deve passar por sua aprovação. Não deve-se entregar a rede para uma célula dirigir e sim uma ou mais gerações. Porque abre um precedente para que outras células queiram também dirigir a rede, aí será difícil devido a quantidade de células e a falta de preparo de muitos lideres em liderar uma rede.

 

2. liturgia da Rede.  Já sabemos que a Rede não pode ser somente um culto, o principal objetivo da Rede é GANHAR, depois vem o CONSOLIDAR e depois TREINAR.

Toda Rede precisa ter OBJETIVOS E METAS.

 

        Sem querer engessar a programa da Rede que deve ser dinâmica e não mecânica, daremos algumas noções de como conduzir a programação da Rede:

 

1).  Abertura da Rede: O líder da Rede faz a abertura dando uma breve palavra inicial nestes termos: “A paz do Senhor a todos. É uma alegria receber vocês lideres de Gerações, lideres de Células, Discípulos e convidados para a Rede de hoje que será  tremenda. Fique na expectativa que Deus vai falar e tocar seu coração; vamos ficar pouco tempo aqui, uma hora e meia, talvez duas horas. Vamos aproveitar ao máximo estes momentos”.

Em seguida faz uma oração de entrega: “Senhor Jesus te agradecemos pela oportunidade de hoje estarmos aqui para adorarmos o teu nome e anunciarmos o teu amor aos nossos convidados, toma a direção desta rede, usa teus filhos e tuas filhas que irão ministrar a adoração e o poder de tua palavra, em teu nome destruímos os projetos do inimigo contra nós, anulamos o cansaço, a fadiga e as preocupações, repreendemos as doenças e toda seta do inferno. Faz milagres hoje aqui e toda honra e glória daremos a ti.”

 

Parabenizar as Gerações (citar os nomes dos lideres), com suas células pela ornamentação, e empenho para realização da Rede, convida a todos (de pé), para aplaudir os lideres das Gerações.  (passa a palavra aos lideres que irão desenvolver a programação).

Tempo: 5 minutos

 

2).  Introdução.  Um dos lideres de Geração anuncia o tema da Rede e convida a todos para citarem juntos por três vezes. Em seguida convida a todos para uma leitura Bíblica, (escolher um texto conforme o tema da Rede. Não deve ser longo, as frases mais focadas no tema devem ser repetidas por todos para que a fixação seja melhor). Cuidado para não pregar neste momento, deixe a ministração para quem foi convidado para esse fim, as vezes na empolgação queremos logo pregar. Após fazer mais uma breve oração de agradecimento pela palavra o líder chama o ministério de louvor que será recebido com aplausos e júbilo.

Tempo: 10 minutos

 

3).  Celebração com música.  O ministro de louvor toma a palavra e convida o povo para celebrar e adorar ao Senhor. Deve sempre antes de iniciar a celebração ler ou citar um texto da Bíblia sobre celebração e adoração: (ex. Salmos: 100; João 4. 20 – 24).  Fazer uma rápida aplicação e começar a celebração com músicas dentro do tema da Rede. Este primeiro período deve ser de celebração com musicas de ritmo rápido para atrair o povo, gestos, palmas, danças, brados de júbilo, acordes mais intensos, mas sem exageros tanto na intensidade quanto no volume dos instrumentos. (jovens e adolescentes gostam de maior volume, adultos preferem um som mais baixo). Porém todos devem celebrar. O líder de louvor deve inspirar (não forçar) os presentes a tributar louvores com alegria ao Senhor.

Tempo: 15 a 30 minutos.  (se o propósito da Rede for GANHAR, este momento deve ser de 15 minutos).

 

4).  Apresentar os convidados.  Um dos dirigentes da Rede apresenta as células ou Gerações. Se a rede já tem mais de trinta células e seis Gerações é melhor apresentar por Gerações para não tomar muito tempo.

As Gerações de células devem sentar juntas com seus convidados, ao ser apresentadas as Gerações devem ter alguma resposta para quando houver o anuncio, tipo ‘grito de guerra’. 

Ex. onde está a Geração de Samuel? Todos se levantam com brado de júbilo: “Jovens fortes, felizes e salvos pelo sangue do cordeiro”.

Onde estão seus convidados? Quem trouxe convidado pega no braço e levanta para apresentar. Toda rede aplaude os convidados, a bateria e instrumentos acompanham a manifestação de alegria. Assim continua até apresentar todas as Gerações.

Obs: as Gerações podem estar identificadas com faixas, camisas, banners, etc.

Canta-se uma música para saudar os convidados enquanto as gerações cumprimentam os convidados.

 

5).  Palavra de contribuição.  Um discípulo previamente avisado ministra uma palavra sobre contribuição com dízimos e ofertas. Lê um texto bíblico; (exemplos: Salmo 23; Prov. 3.9,10; 2 Cor. 9.6-10). Fala da necessidade da obra de Deus e do privilegio que ele nos dá de podermos cooperar e sermos mordomos de tudo que ele mesmo nos dá. Pode explicar que os dízimos são a décima parte do que ganhamos e entrega-los mostra nossa fidelidade ao Senhor, enquanto que as ofertas são voluntárias conforme estiver no nosso coração, são provas de gratidão a Deus por tudo que nos tem dado.

Faz uma oração de benção aos contribuintes. Enquanto alguém convidado canta: (deve-se dar neste momento oportunidades para novos talentos, discípulos que não fazem parte do ministério de louvor).

Após a musica e recolhimentos das contribuições o ministro faz mais uma oração para abençoar os contribuintes e interceder por aqueles que estão desempregados e em dificuldades financeira.

Tempo: 10 minutos.

 

6).  Apresentações especiais.  Dependendo do objetivo da rede pode-se programar uma apresentação de teatro, uma coreografia ou um vídeo. Não é aconselhável que o grupo de dança faça apresentação individual em todas as redes, este grupo no geral deve acompanhar os louvores gerais da rede.

 

7).  Homenagens.  Use este momento para homenagear os aniversariantes do mês ou da semana. Parabenizar que adquiriu um carro ou uma casa, conseguiu um emprego, passou em um concurso, ganhou algum premio e etc.

        O líder ou célula que conquistou mais no mês, discípulos que fizeram o encontro, se batizaram, terminaram o curso de Consolidação ou escola de lideres. Células que multiplicaram. Enfim honre os que merecem honra.

Tempo: 10 minutos.

 

8).  Adoração com musica.  Este período do louvor tem como objetivo levar os presentes a preparar o coração para receberem a ministração da  Palavra. Se  o objetivo da Rede for GANHAR este momento deve ser de uma ou duas musicas, sempre lembrando que os convidados não conhecem as musicas, se queremos envolve-los temos que dar a eles a letra da musica, (expor no telão por exemplo).

Tempo: 10 minutos.

 

9). Ministração da Palavra. Tudo foi preparado para este momento, aqui é o clímax da Rede, o ministro deve estar preparado e debaixo de cobertura de oração pelo ministério de intercessão da Rede. A ministração da Rede (de acordo com o objetivo), deve ser dinâmica, atrativa e ungida. A mensagem para alcançar objetivos não deve ser necessariamente longa, existe muita discussão em torno de quanto tempo deve ser a ministração. Como pregador dirigido pelo Espírito eu tenho que sentir quando devo parar; há casos que quinze minutos são suficientes para o agir de Deus, outros um pouco mais. Na homilética um sermão deve ter entre trinta e quarenta e cinco minutos; para as redes creio que entre vinte e trinta minutos seria o tempo aceitável.

Nota: é claro que para o público infantil e juvenil o tempo deve ser menor.

 No final é realizado o convite e as células devem acompanhar os oikos que se decidirem.

 

10). Consolidação.  Após a oração faixas e cartazes são estendidos para saudar os novos discípulos. (ver item consolidação).

 

11). Encerramento.  Agradecimentos, anunciar a próxima rede, avisos. Etc.  Encerrar 

 

Comentários importantes:

 

1). Em algumas redes uma apresentação de teatro pode ser a mensagem final, sendo que alguém faz um resumo e aplicação da mensagem encenada.

 

2).  Em outras redes com ênfase na adoração o grupo de dança apresenta dois ou mais números e o ministério de louvor têm mais tempo.

 

3).  Também quando a rede tiver como objetivo TREINAR, deve-se dar oportunidade para novos pregadores, cantores e lideres de Rede.

 

 

 

REDE DE ORAÇÃO E INTERCESSÃO

 

Todos os objetivos, metas e alvos da visão são espirituais, por isso só os conquistaremos com oração e intercessão.

  • Os lideres desta Rede são os lideres das outras redes.
  • Dia: toda sexta feira a partir das 21:30 horas. (2 horas de duração ou conforme estabelecido pelo Pastor da Igreja).
  • Cada semana um líder de Rede dirige, ou conforme orientação do Pastor.
  • Obs: O dia, horário e responsáveis para liderar esta Rede de pode mudar de acordo com a programação da Igreja local, porém os objetivos devem ser:
  1. Conquista do OIKÓS
  2. Células,
  3. Famílias,
  4. Finanças,
  5. Avivamento, dons espirituais,
  6. Curas e milagres,
  7. Liderança: lideres de células, gerações, redes, dirigentes, pastores, ministérios.

 

ROTEIRO PARA A REDE DE ORAÇÃO E INTERCESSÃO.

  • Colocar CD música de adoração enquanto os discípulos chegam.
  • Compartilhar um texto bíblico sobre oração em 15 minutos.
  • Convidar a todos para um momento de oração de joelhos para agradecer pela semana e pedir perdão pelos pecados e falhas cometidas. 30 minutos.
  • Fazer um momento de adoração. De preferência acompanhado somente pelo teclado.
  • Abrir oportunidade para testemunhos resumidos de alguma benção alcançada através da rede de oração. 15 minutos.
  • Algum líder de antemão preparado ministra uma palavra sobre a conquista do Oikos e ora junto com todos (papel do oikos na mão). Para libertação das pessoas. 15 minutos.
  • Um louvor de conquista.
  • Outro líder ministra uma palavra e faz oração para fortalecimento dos novos discípulos, das células, dos GALs, das Redes, da Escola de Lideres e dos encontros. 15 minutos.
  • Faz um momento de louvor e adoração.
  • Outro líder ministra e ora pelas famílias. 15 minutos.
  • Outro ministra e ora por finanças. 15 minutos.
  • Outro ministra e ora por curas e milagres. 15 minutos
  • Outro ministra e ora por avivamento e liderança da Igreja. 15 minutos.
  • O líder da rede de oração passa a palavra ao pastor ou dirigente da Igreja para orar encerrando a rede.

Este é um roteiro simples para mostrar que a rede de oração é uma rede de objetivo definidos. Não precisa chamar o irmão “João do fogo para ministrar reteté”. Deixe Deus agir como quiser através dos lideres comprometidos com a visão de ganhar almas.

 

 

PARTE 2

NOS PASSOS DA VISÃO

(para todos os lideres da Visão)

 

Nesta parte vamos relembrar os passos da visão dentro da escada do sucesso.

 

CEC – CELULA DE EVANGELISMO E CRESCIMENTO.

Entenda o que NÃO é uma célula.

 

1.  Grupo de oração.

Normalmente esse tipo de grupo é composto de pessoas que têm a seguinte atitude: “- O que esse grupo pode fazer por mim?”

2. Grupo de estudo bíblico.

O problema deste tipo de grupo é que ele não estimula o compartilhar de necessidades e nem a verdadeira comunhão; pelo contrário, tende a se tornar um grupo restrito e fechado, onde o incrédulo não é bem-vindo.

3. Grupo de discipulado.

Este tipo de grupo procura um crescimento espiritual num ambiente fechado e exclusivista.

4. Grupo de cura interior.

É um tipo de grupo que usa técnicas da psicologia para buscar cura para os seus traumas emocionais. Todos eles são estéreis, melancólicos e introspectivos.

5. Grupo de apoio.

Grupos assim são semelhantes a alcoólicos anônimos: as pessoas se reúnem para falar de seus problemas, vez após vez, semana após semana.

6. Ponto de pregação.

Grupos assim têm como deficiência básica o fato de não compartilharem a realidade da vida do Corpo. As pessoas vêm e vão e o grupo é só um ajuntamento.

7. Qualquer grupo com as seguintes características:

•  Grupo fechado, criado só para as pessoas de um departamento da igreja.

• Qualquer grupo que, não tenha como objetivo a multiplicacao.

• Qualquer grupo que não se submeta à liderança geral das células.

• Qualquer grupo que seja apenas uma reunião social.

• Cuidado! Não se engane! Esses grupos acima não são células!

 

 

O QUE É UMA CELULA

 

UMA CELULA É UM GRUPO DE DISCIPULOS COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS:

  1. Tem Grande desejo de ganhar vidas e que tem um líder bem preparado,
  2. Tem um lugar e horário fixo para reunir
  3. Não se reúne no templo,
  4. Se reúne semanalmente no dia e hora estabelecido,
  5. Tem como meta a multiplicação,
  6. Os novos convertidos são consolidados fora do horário da célula,
  7. Todos os discípulos já formaram ou estão formando na Escola de Lideres,
  8. O líder presta relatório todo semana para seu líder de geração no GAL,
  9. Visita durante a semana,
  10. Tem momento de oração e jejum pelo OIKÓS,
  11. Não vive fora do corpo, está integrada à Igreja, participa das atividades gerais, não cria visão em cima da visão, é submissa a liderança da Igreja.
  12. Não faz da célula um clubinho social.

 

MINISTERIO DA CELULA

 

1. Líder.  Responsável maior pela célula. Deve cuidar e acompanhar o crescimento dos discípulos, (usar ficha da escada do sucesso). Visitar, estimular e dar exemplo em tudo aos seus discípulos.

2. Vice-líder. Ajuda o líder em todas as funções e o substitui na sua ausência. Está sendo treinado para assumir uma célula.

3. Anfitrião. Responsável pela casa onde a célula se encontra.

4. Líder de louvor. Responsável pela adoração na célula.

5. Secretário.  Preenche o relatório[1] do encontro da célula, entrega para o líder da célula que no GAL, entrega ao líder de geração.

 

 

 

ROTEIRO PARA REUNIÃO DA CÉLULA

PR. JONATAS CAMARA

          Sabemos que a obra do Senhor não pode ser feita de qualquer maneira, principalmente quando queremos obter resultados. Precisamos entender que pessoas virão de suas casas para receber algo de Deus, pra sentir Sua Presença. Assim sendo o líder precisa ganhar confiança dos membros de sua célula, o ensino feito precisa atingir, o coração e transformar vidas, pessoas precisam ser treinadas. Como obter tudo isso? Dou algumas sugestões:

 

  1. Ore diariamente pelos seus discípulos, isso transformará o seu relacionamento com eles. Eles o reconhecerão e seguirão a sua liderança, espontaneamente. Você sentirá o seu próprio coração cheio de amor e paciência por eles.
  2. Ore por todos os eventos da célula – seja culto, uma festa de aniversario ou lazer. Esteja pronto para testemunhar em qualquer circunstância! O tempo gasto “afinando o machado” para decepar as árvores não é tempo perdido. Uma hora gasta em oração fará com que uma hora de trabalho renda mais que uma centena delas sem oração. Desenvolva uma disciplina de oração.
  3. Ore para que Deus manifeste sinais na sua célula. Isto fortalece a fé dos discípulos e atrai os não cristãos.
  4. Qualquer crente poder ser “uma pessoa de oração”, mas você precisa se tornar uma pessoa de orações respondidas.
  5. Todo líder de célula precisa ser cheio do Espírito Santo! Busque poder e ousadia! Todos querem estar perto de quem está perto de Deus!
  6. Prepare com cuidado e antecedência a reunião da célula. Lembre-se que pessoas precisam ser alimentadas.
  7. Você nunca poderá levar os outros a níveis que você mesmo não atingiu.
  8. É a verdade que liberta! Precisamos ter uma palavra viva, se queremos ver gente sendo liberta! Não temos de pregar muito, mas temos de pregar a verdade com vida!
  9. Tudo o que Deus faz, Ele o faz pela palavra e pelo Espírito. Isto é tudo o que você precisa na célula: uma palavra viva e apaixonada, e a unção fresca do Espírito.
  10. Ao ministrar na célula, sempre fale de coisas práticas que podem ser úteis no dia-a-dia. Fuja das doutrinas estéreis e de teologias mortas!
  11. Permita que o fogo de Deus incendeie você! Deixe o seu coração queimar, e as pessoas virão para ver você pegando fogo! Seja um incendiário na sua célula!
  12. Experimente fazer uma lista de alvos de oração da sua célula. Entregue uma cópia para cada membro e ore toda reunião por cada pedido da lista.
  13. Células eficazes fazem mais que orar. Elas suprem de maneira prática as necessidades dos discípulos.
  14. Experimente usar um CD de louvor da célula, caso não tenha um violão. Cante junto com o cd, isto pode melhorar significativamente o seu momento de louvor e adoração. Escolha cânticos  conhecidos e fáceis. É mais fácil focalizar a atenção em Deus não quando temos que lutar com letras e ritmos. Providencie folhas com a letra dos cânticos para ajudar aqueles que não sabem as letras de cor. No caso de haver visitante, isto se torna fundamental para que não se sintam excluídos.
  15. Quando as pessoas ouvem, elas podem estar ou não interessadas, mas quando elas falam, elas se interessam. Use e abuse das perguntas. Não deixe ninguém calado na célula.
  16. Estimule os membros a sempre darem o seu testemunho na célula, daquilo que Deus tem feito na vida deles. Isto fortalece a fé de todos e abre o coração do visitante.

 

PREPARAÇAO PARA O ENCONTRO DA CELULA

 

1. As células devem funcionar de quarta feira até sábado a tarde, com duração de uma hora e no máximo 15 minutos de tolerância, (para iniciar e terminar).

2. A liderança da rede e da geração deve visitar e avaliar todos os locais onde as células se encontram ou se encontrarão. Condições necessárias:

3. O anfitrião aceita a célula em sua casa? Se jovem, os pais aceitam?

4. O nível de barulho é aceitável?

5. Não tem interrupção? Telefone, crianças, visitas, TV, etc.

6. Iluminação, recepção, acomodação, etc.

7. Orar e consagrar aquela casa como um comando avançado do reino de Deus.

8. Colocar um banner ou uma placa identificando como um ponto de célula

9. No culto de domingo apresentar e orar pelo novo anfitrião por ceder sua casa para o encontro da célula.

 

Preparação:

1. O anfitrião deve preparar com antecedência o local onde vai acontecer o encontro da célula e receber na entrada da casa os participantes da mesma.

2. O líder da célula deve chegar pelo menos 15 minutos antes do inicio da célula.

3. Enquanto a célula estiver acontecendo ninguém deve sair, atender porta, telefone, etc. não levar crianças para célula, (se levar deixar aos cuidados de alguém).

4. Não esquecer, da semana de colheita. Separe uma semana do mês para intensificar a oração e conquista do oikos. Neste semana todos devem se esforçar para levar pelo menos um convidado. Esta semana deve ser escolhida junto com o líder de geração e líder de rede.

 

 

LITURGIA DA CELULA.

 

Este roteiro foi elaborado para ajudar você líder de Célula a realizar o encontro da CEC com objetivo e eficiência. É claro que durante a reunião alguma coisa pode mudar porque a célula deve ser dinâmica e não mecânica e engessada, mas procure cumprir os objetivos de comunhão, adoração, participação, ministração e evangelização.  Não faça de sua célula um grupo só de louvor ou só de testemunhos, peça sabedoria de Deus para conter aqueles discípulos que querem tomar muito tempo falando ou cantando. Faça-os entender que o principal objetivo da célula é GANHAR vidas para Cristo.

 

1. Boas vindas. (2 minutos).  O líder deve receber os discípulos, Cumprimentar um a um chamando-os pelos nomes, promover um clima espiritual com musica de adoração antes do inicio da célula.  O líder explica a todos presentes, a importância daquele momento, gentilmente pede que desliguem os celulares e concentrem-se no Senhor.

2. Oração intercessória. (3 minutos ). O líder (ou alguém designado por ele), faz uma oração de entrega. Cita o nome de cada um, consagrando àquela hora ao Senhor. Repreende todo cansaço, fadiga, impedimentos, doenças, preocupações, etc.

3.  Quebra gelo / dinâmica. (5 minutos). A dinâmica ou o quebra gelo serve para descontrair ou levar a reflexão sobre um tema. (algumas sugestões no site da visão).

4. Adoração. (10 minutos). O líder de louvor deve cantar até dois louvores: com violão, CD, Copias etc. tudo na célula deve ser feito com fervor, mas com moderação. (a escola de lideres pode preparar um CD com musicas selecionas e disponibilizar para as células).

5. Testemunhos. ( 5 minutos).  Devem ser objetivos e que tragam edificação. O líder precisa ter sabedoria para interromper quando estiverem extrapolando o tempo.

6. Um cântico de adoração. ( 5 minutos).  Pode ser um líder de louvor ou outro discípulo.

7. Ministração da Palavra. (10 minutos).  Não é pregação, é compartilhar uma mensagem bíblica aplicando as necessidades de todos. Pode ser o líder ou alguém previamente preparado.

8. Evangelização. (10 minutos). Convite, oração pelo ‘Oikós’. Etc.

9. Ministrando um ao outro. (5 minutos). Momento de compartilhar necessidades e orar um pelo outro, assumir compromisso de oração durante a semana, (obs. Quando houver convidados os discípulos oram pelos convidados).

10. Avisos, agradecimentos, oração final (5 minutos). Enfatizar a programação da Igreja, não deixando o discípulo pensar somente na célula e sim no corpo.

 

 

CONSOLIDAR

 

       Quando uma pessoa do oikós aceita a Jesus, começa o processo do consolidar, que é firmar o novo discípulo na fé. Todo processo da consolidação está no módulo 2 da Escola de Lideres, vamos aqui somente citar alguns pontos:

1. A igreja precisa ter uma central de Consolidação, onde pessoas treinadas irão dar as primeiras orientações aos novos discípulos. Esta central precisa ter:

  1. Faixas e pessoas para recepcionar os novos discípulos,
  2. Uma sala reservada para as primeiras orientações,
  3. Fichas para anotações dos dados do discípulo,
  4. Designar um consolidador caso não seja oikós de alguma célula.
  5. Entregar o livro “Agora que sou de Cristo” ao discípulo,
  6. Algum líder da Igreja, de preferência o líder da central de consolidação dar uma palavra de boas vindas, fala sobre a escada do sucesso para sua vida, da programação da igreja e ora uma vez mais pela decisão tomada,
  7. A central de consolidação deve fazer uma ligação telefônica em até 24 horas após a decisão,
  8. O consolidador designado deve fazer uma visita em 48 horas para começar e estudar o livro “os sete passos” que vai durar 7 semanas,
  9. No domingo seguinte a decisão começa o curso “agora que sou de Cristo” com duração de 13 semanas. O consolidador deve trazer seu discípulo para este curso, no final do curso entregar os certificados para discípulos e um culto de domingo a noite,
  10. A central de consolidação é o responsável por este curso, que prepara o discípulo para ir ao encontro com Deus. Junto com a Escola de Lideres faz o pré encontro com os discípulos,
  11. Ao voltar do Encontro com Deus os discípulos passarão pelo pós encontro e serão batizados em águas.
  12. Quem já estudou com o consolidador os “sete passos” pode ir ao encontro e quando retornar fazer ou continuar o curso andando com Cristo para depois entrar na escola de Lideres.
  13. A central de consolidação acompanha os novos discípulos e sempre irá cobrar do consolidador a presença do novo convertido.
  14. Para este serviço será necessário dois ou três casais que tenham amor por vidas, tanto para dar suporte como também para ajudar os consolidadores na missão de firmar os novos discípulos,
  15. Este processo será o mesmo para os que se converterem nas células e nas redes; neste caso os lideres de células e redes passam as fichas para a central de consolidação fazer o acompanhamento.

 

 

TREINAR

 

 

 A Escola de Lideres é o coração da visão. Após o discípulo passar pelo encontro, pós encontro, batismo em águas e curso “andando com Cristo”, chegou a hora de começar a treinar este discípulo para ser um líder de célula.

 

  1. A Escola de Lideres tem duração de 10 meses com 4 módulos, onde o discípulo é treinado para liderar sua própria célula.
  2. Durante este treinamento teórico na EL, na célula seu líder estará lhe desafiando a conquistar seu oikós para formar sua geração.
  3. O agora discipulador (ao entrar na EL o discípulo deixa de ser consolidado para ser discipulado, ou seja preparado para ganhar outros), deve ser o maior interessado que seu discípulo não desista da EL, se isto acontecer sua célula não poderá multiplicar.
  4. Após concluir a EL o discípulo vai para o reencontro e encontro de lideres para poder então assumir sua célula e formar sua geração.
  5. O treinamento nunca cessa. O discípulo após este ciclo continuará estudando para alcançar a maturidade cristã na Escola Bíblica Dominical.

 

 

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL

 

          A visão Celular não extingue a Escola Dominical que é o culto matinal do Domingo para o ensino da Palavra de Deus. A Escola de Lideres não substitui a Escola Dominical, são focos diferentes de ensino. A EL formar lideres para Células  em um período determinado, é um curso de preparação, enquanto a Escola Dominical é para maturidade cristã, ensinamentos para toda a vida do discípulo.

          A metodologia da Escola dominical precisa ser ajustada dentro da metodologia do ensino, para que isto aconteça precisamos:

 

  1. Ter uma estrutura de culto com foco no ensino.
  2. Fazer do CULTO DOMINICAL um lugar de aprendizado para as células e para as famílias.
  3. Responsabilizar os lideres de Células e Gerações para trazerem suas células para a Escola Dominical.
  4. Os novos convertidos tem a classe de consolidação “Andando com Cristo”.
  5. Os jovens e adultos tem ministração única direcionada para edificação e maturidade cristã.
  6. Juvenis e crianças também tem suas lições dentro da idade deles.

 

Liturgia e estrutura:

  1. O dirigente da Escola Dominical deve ser o primeiro a chegar ao templo juntamente com os professores.
  2. O líder da escola deve está atento as datas especiais como dia dos pais, mães, pastor, professor, Bíblia, missões, etc. Envolver as gerações de células.
  3. As ministrações serão em classe afim de que todos os alunos possam participar com perguntas e respostas e o professor desenvolver sua atividade de facilitador.
  4. Iniciar com oração de joelhos, depois momento de celebração e adoração, (pode criar um ministério de louvor ou escalar por gerações). Leitura bíblica (conforme a revista).
  5. Estudo em Classe.
  6. Final com Oração.

Pesquisar no site

© 2012 Todos os direitos reservados. IEADAM ÁREA 21. Design by samuel_mnb@hotmail.com

Criar site gratuito

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!